segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Divulgado novo edital para projetos do Programa Municipal de Incentivo à Cultura

Interessados devem observar novo cronograma de apresentações 

Agentes culturais, produtores, artistas e interessados em contribuir de alguma forma para a cultura local ganham uma nova oportunidade para fazer dessa vontade uma realidade no próximo ano. Na última semana foi divulgado o edital com o novo cronograma de apresentações dos projetos do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (PMIC) referente ao exercício de 2018.

O edital segue as atualizações na lei n° 12.182, que foi revogada e sancionada na última segunda-feira (2), com objetivo de garantir ainda mais transparência e abastecimento à demanda cultural de Uberlândia. As regras foram definidas durante encontros junto ao Conselho Municipal de Incentivo à Cultura e integrantes da classe artística, como relata a secretária de Cultura, Mônica Debs. 

“O PMIC é algo de fundamental importância para o nosso meio artístico. A lei foi reconstruída nos moldes atuais junto com os conselheiros e o edital foi desenvolvido dentro dessas regras, com um novo cronograma em que a classe artística deverá apresentar seus projetos para apreciação. Essas propostas serão avaliadas e examinadas criteriosamente para então serem selecionadas para receber o repasse no ano de 2018”, explicou. 

Inscrições

Os interessados em inscrever seus projetos deverão apresentá-los a partir do dia 23 de outubro, munidos de todos os documentos exigidos no edital, disponível no Diário Oficial do Município. A inscrições se estendem até 6 de novembro, das 12h às 17h noNúcleo de Gestão do PMIC, na Secretaria Municipal de Cultura, na avenida Anselmo Alves dos Santos, 600, bloco 2, piso 3, no bairro Santa Mônica, ou via Correios até a data limite. Depois disso, as propostas são submetidas à pré-análise entre os dias 6 e 17 de novembro. 

Público-alvo

Os projetos a serem selecionados devem conter pelo menos uma das atribuições que envolvem as expressões culturais existentes no município. Entre elas, destacam-se as artes visuais e histórias em quadrinhos; artesanato e design; audiovisual, fotografia, comunicação, cultura digital, jogos analógicos e virtuais; biblioteca, arquivo, galeria, museu e centro cultural; circo; culturas tradicionais, folia de reis e quadrilha; dança; literatura, leitura e contação de histórias; música; patrimônio cultural, histórico e artístico; pesquisa e documentação em cultura; teatro e ópera.

PJ Godoy | Secom PMU